Sony cria patente de lente de contato capaz de gravar vídeos e movida a piscar de olhos

Diferente de outras lentes e óculos que permitem acesso à internet e criam uma realidade aumentada, a nova patente da Sony é um sistema capaz de gravar vídeos. A gravação é ligado e desligado com o piscar de olhos do usuário e sensores podem detectar se era intencional ou não.

A tecnologia de captura de imagem e armazenamento de dados seria realizada dentro da lente. Sensores ainda permitiriam que os movimentos do olho carregassem a bateria do dispositivo. A novidade apareceu no site Minds.

Parece promissor.

 

 

O YouTube anunciou hoje um aplicativo com uma funcionalidade que os usuários esperam há anos: a capacidade de baixar vídeos em seu aparelho para assistir offline depois.

O app se chama YouTube Go, mas por enquanto só será lançado na Índia, país no qual as conexões ruins tornam a função muito desejada e quase imprescindível para assistir a vídeos da internet.

Em 1984, surgia o Flecha Azul Automático, utilizando uma transmissão da Scania importada da Suécia. Em 1987, a Viação Cometa já usava os chassi K-112 com motor com intercooler e a traseira ficou mais alta, com adição de uma nova lanterna. Em 1990, foram incorporados os novos chassi Scania K-113 e os bancos passaram a ser de couro. Nos anos seguintes, foram surgindo novidades especialmente voltadas ao maior conforto dos passageiros.

Em 1998, surgia o o Flecha Azul VIII, com chassi K-124 IB, e motor de 360 cv. No ano de 1999, a CMA produziu os dois últimos Flecha Azul, com prefixos 7455 e 7501, esse último com chassi K-124 IB 420, utilizando câmbio automatizado Scania Opticruise.

Veja agora alguns vídeos que mostram imagens históricas e atuais do Flecha Azul e sua história, que se confunde com a da própria Viação Cometa. Embarque agora nesta viagem no túnel do tempo em grande estilo e em alta velocidade.

Como posicionar seu site na primeira página do Google

O sonho de qualquer empresa é estar na primeira página do Google. Posicionar seu Site na Primeira Página do Google, Sem nenhuma dúvida essa posição dá muito mais prestígio, reconhecimento e acima de tudo aumentam os seus resultados de visibilidade e visitação.como posicionar seu site na primeira página do google

Pensar sobre como os usuários fazem suas buscas e conhecer a lógica por trás dos resultados é o que diferencia as marcas que estão no topo da lista.Posicionar seu Site na Primeira Página do Google. Mas como posicionar meu site na primeira pagina do Google, você se pergunta.

Como Posicionar seu Site na Primeira Página do Google

Quando um usuário digita um conjunto de palavras ao realizar uma busca, o Google precisa encontrar as respostas mais relevantes para esse conjunto de palavras. Posicionar seu Site na Primeira Página do Google. Assim, um programa rastreará todas as páginas da web que contenham o conteúdo digitado pelo usuário e tentará entender o que fala cada página. A seguir, criará uma lista de resultados relevantes e ranqueará esses resultados com base na popularidade e na autoridade dos websites. Quanto mais visitas um website recebe, mais alta é a sua colocação, este é apenas um dos parâmetros avaliado pelo robô do Google.

como posicionar seu site na primeira página do google

Os primeiros resultados são de sites que pagaram para estar no topo, conhecido como Links Patrocinados. Em seguida, estão os 10 sites mais populares, que não pagaram para estar ali, ou seja, resultados orgânicos, também conhecidos como ORG. Eles contêm as respostas mais populares e relevantes para o usuário. A pergunta prossegue: como posicionar meu site na primeira pagina do Google?

Através da técnica SEO, o profissional de SEO analisa o que clientes em potencial estão procurando e quais palavras são usadas em suas buscas, garantindo que o site do cliente seja encontrado. Gerar conteúdo de qualidade, atualizar o site frequentemente e trabalhar as palavras-chave, são outras das funções do profissional.

Contrate uma agência de SEO

Destaque Web, empresa especializada em posicionamento de sites por meio da otimização de resultados no Google (ORG), é a solução para sua interrogação como posicionar meu site na primeira pagina do Google. Contando com profissionais certificados pelo Google especialistas em SEO, a Destaque Web também utiliza ferramentas como o Google Adwords e a rede social Facebook pensando sempre em aumentar da visibilidade das empresas e conquistar novos clientes.

 

Sofre de ansiedade? Então você precisa conhecer o conselho mais repetido na Bíblia

Esse conselho é repetido 365 vezes ao longo do Antigo e do Novo Testamentos para  a ansiedade

Provavelmente, muitos pensam que a frase mais comum da Bíblia teria que ser algum tipo de proibição, um “não farás” isso ou aquilo. Talvez até algo como “amarás teu próximo”…

Nada disso. O conselho mais repetido no Antigo e Novo Testamentos é “Não temas” ansiedade (e suas variações).

Você deve conhecer alguns versículos da Escritura com essa amorosa exortação. Um exemplo é quando o anjo Gabriel apareceu a Maria, anunciando que ela seria a Mãe de Nosso Salvador e quando José ouviu estas palavras ao saber que seria o pai terreno de Jesus: “Enquanto assim pensava, eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo” (Mateus 1, 20).

Quando Jesus estava prestes a nascer, em Belém, outro anjo apareceu aos três reis com as mesmas palavras de alento.

Quer mais um exemplo? Pois bem: quando Zacarias foi informado que sua esposa ficaria grávida em idade avançada, “ficou perturbado, e o temor assaltou-o. Mas o anjo disse-lhe: Não temas, Zacarias, porque foi ouvida a tua oração: Isabel, tua mulher, dar-te-á um filho, e chamá-lo-ás João” (Lucas 1, 12-13)

Muitas das nossas preocupações diárias giram em torno de algum tipo de medo do que pode acontecer. A ansiedade consome grande parte de nossa energia. Vai dar tudo certo na viagem? Haverá algum acidente com o carro? Saberei perdoar meu irmão? Estou fazendo o que Deus gostaria que eu fizesse? O que os médicos vão nos dizer sobre os exames? Será que esta é a melhor decisão que eu posso tomar? Essas são algumas das as perguntas que martelam interminavelmente em nossas cabeças. E, para cada uma delas, Deus nos lembra que temos que nos voltar para Ele em oração, com confiança.

ansiedade

 

 

 

Consumo de ovos e Diabetes Mellitus

Uma pergunta sempre gerava debate quando eu ainda estava na escola: “Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?” Segundo a teoria evolucionista, o ovo chegou primeiro. E as galinhas são primas bem distantes dos dinossauros (!). Hoje a pergunta que gera polêmica é outra: “Comer um montão de ovos é bom para quem convive com o diabetes?” Vejamos o que os estudos nos dizem…

Os ovos de galinha são ricos em colesterol, isto é fato. No entanto, também são ricos em uma série de nutrientes interessantes. Além de serem uma importante fonte de proteína, os ovos oferecem compostos carotenoides, arginina e folato, que, teoricamente, poderiam ajudar a proteger nosso sistema cardiovascular. Sem falar nas versões ricas em ômega 3. Contudo, como sempre digo, a ciência cria hipóteses que precisam ser testadas. Só assim, sabemos se uma intervenção funciona.
Desde metade do século 20, os ovos são matéria de estudo de médicos e nutricionistas. Um dos maiores estudos populacionais já realizados, o estudo Framingham, avaliou o efeito do consumo de ovos nos seus participantes dentro de um período de 24 anos. Neste estudo, o consumo médio de 6 ovos por semana para homens e 4 ovos por semana para mulheres não aumentou o risco de problemas cardíacos. Contudo, as pessoas que consumiam muitos ovos apresentaram uma chance um pouco maior de desenvolver diabetes mellitus tipo 2.
Outros dois grandes estudos, o HPFS e o NHS, que juntos totalizaram quase 120 mil pessoas, conseguiram avaliar o efeito do consumo de ovos especificamente em pessoas com diagnóstico de diabetes. Segundo dados destes estudos, pacientes diabéticos que consumiam mais de 1 ovo por dia apresentaram um risco maior de sofrer doenças cardíacas e vasculares. Posteriormente outro estudo, o HPS, mostrou um risco maior de infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral e morte para os pacientes diabéticos que consumiam mais de 7 ovos por semana.
Há diversas críticas a estes estudos, principalmente por terem sido feitos na população americana, que não tem uma dieta muito saudável. Além disso, existem estudos em outros países mostrando dados diferentes. No entanto, as análises de todo o conjunto de dados sobre o assunto “consumo de ovos em pacientes diabéticos”, através de revisões sistemáticas, mostram que o consumo de apenas 1 ovo por dia já pode aumentar o risco de diabetes mellitus tipo 2 em 42 por cento. E, em pessoas já diabéticas, 7 ou mais ovos por semana parecem aumentar o risco de doenças cardiovasculares.
Isto quer dizer que ovos não devem ser consumidos por pessoas diabéticas ou em alto risco para a doença? Não. Nenhum alimento isolado causa ou trata o diabetes mellitus. Padrões alimentares e comportamentais associados à carga genética estão por trás da doença. Mas, com certeza, o consumo exagerado de ovos pregado em algumas dietas vendidas indiscriminadamente através da internet não encontra respaldo científico e pode ser potencialmente prejudicial à saúde. Até que a ciência tenha respostas mais definitivas sobre o assunto, até meia dúzia de ovos por semana, dentro de uma dieta equilibrada, não parece fazer mal à saúde de quem convive com diabetes. E sempre que houver dúvidas, profissionais éticos e atualizados devem ser consultados para que as individualidades de cada paciente sejam respeitadas.